Terapias Alternativas: Ayurveda e Cromoterapia

Este texto é um pouco mais longo que o habitual, mas não encontrei outra forma para trazer aqui este tema. A parte final é constituída por tópicos, facilitando a leitura.

A cromoterapia, ou terapia da cor, é utilizada por alguns terapeutas, acreditando que as cores têm diferentes efeitos em nós, surtindo efeito mais a nível mental do que físico. A Ayurveda é uma medicina holística, e por isso não é estranho que utilize as cores como adjuvante nos tratamentos.

cromoterapia
Imagem daqui

As diferentes cores podem ser utilizadas para atingir resultados específicos. As respostas do corpo e mente às cores são idênticas em todas as pessoas, e por isso considero importante a relação das cores com o nosso desequilíbrio dóshico, integrando estes conhecimentos nas minhas terapias (clique aqui para ler o artigo sobre Doshas).

Na visão Ayurvédica, as cores exercem influencia os doshas, e se forem escolhidas com cuidado podem ajudar a promover a paz e a harmonizar as emoções.

Como tudo nesta medicina, devemos ter sempre como objectivo restabelecer e manter o equilíbrio. Por esta razão, as cores devem ser escolhidas com ponderação, visto que, por exemplo, cores brilhantes normalmente estimulam as emoções, e se for em excesso podem levar ao burn-out e fadiga do organismo, o que leva à doença. Os praticantes de Ayurveda recomendam que utilizem cores mais suaves, ao invés de cores fluorescentes.

Nas sessões de massagem Ayurvédica ou Pindas Swedana é usual a utilização da cor para ajudar o paciente a atingir um maior relaxamento. Sou adepta deste método, que pode ser tão simples como utilizar cores específicas em decoração (como velas decorativas e cristais) e nas toalhas ou mantas, adaptando a cada pessoa.

Pode ser adoptado o método de uma cor dirigida a todo o corpo, ou diferentes cores para diferentes zona do corpo, e muitas vezes os terapeutas baseiam-se na cor dos chakras para direccionar o tratamento.

Para quem é familiarizado com os chakras, é fácil perceber que se cada chakra tem uma cor, ao ser realizado um tratamento com essa cor específica, esta irá actual ao nível do chakra correspondente. Como cada chakra está ligado a uma determinada zona/orgãos, isso irá trazer diferentes resultados para o corpo e mente.

Contudo, este método pode ser utilizado mesmo fora das sessões, e para isso por vezes aconselho as pessoas que recorrem aos meus tratamentos a utilizar roupa com determinadas cores, adaptar a decoração da casa, nem que seja com pequenos detalhes. Como referi, também não queremos o excesso.

As Cores e a Personalidade

Há estudos que dizem que nascemos atraídos por determinadas cores, e que provavelmente sentiremos essa preferência durante toda a vida. Acredita-se que isto se deve ao somatório do nossos genes, memórias de infância, educação, entre outros aspectos. Mesmo as crianças que não conseguem ainda construir frases completas conseguem exprimir-se através de lápis de cor.

Alguns psicólogos defendem que determinados padrões na escolha de cores, tanto na infância como na vida adulta, demostra as tendências emocionais da pessoa. Exemplos: preferência pela cor preta pode indicar repressão emocional ou educação rígida; verde é escolhido maioritariamente por pessoal equilibradas emocionalmente.

Sabendo isto, mais uma vez o tratamento pode ser adaptado a cada pessoa, de forma a atingir o equilíbrio e conseguir uma vida mais saudável, trabalhando corpo e mente.

As Cores e os Seus Efeitos na Ayurveda

cromoterapias
Imagem daqui

Descrevo agora uma lista com algumas das cores mais utilizadas. Estas informações são um apanhado geral retirado de vários sites e livros que consultei, bem como das aprendizagens nas aulas de Massagem Ayurvédica, Massagem Pindas Swedana e curso de Reiki.

Violeta/Roxo: Nota: há quem separe estas duas cores, mas muita da minha pesquisa também mostra que há terapeutas que não distinguem, visto que os efeitos são, no geral idênticos.
Benefícios: melhoria do sistema imunitário, funcionando com um antibiótico, criando glóbulos brancos no baço e ameniza o apetite. Os músculos ficam relaxados.
Quando está em falta: conflito com as autoridades, sentimento de que a vida não tem significado.
Se utilizado em excesso: supressão de emoções.

Índigo:
Benefícios: ajuda a reduzir os inchaços, tumores, dilatações e dores, e reafirma a pele. Aumenta a imaginação, a intuição, lealdade e empatia.
Quando está em falta: falta de julgamento, sentimentos de prisão. Falta de objectivos, instabilidade.
Se utilizado em excesso: intolerância, sentimentos de depressão, separação da realidade.

Azul:
Beneficíos: regula o sono, estimula a glândula pineal, pode ajudar a reduzir a febre. Estimula imaginação e criatividade. Neutraliza a raiva. Ajuda na percepção do impacto que as palavras ditas podem ter no outro.
Quando está em falta: incapacidade de expressão de emoções. Medo da desaprovação social. Rouquidão, gaguez.
Quando em excesso: diminuição de sentimentos de compaixão. Sentimento de que se é dono da verdade.

Verde:
Beneficíos: tem efeitos calmantes no corpo e mente. Pode ajudar a diminuir a dor de cabeça e a febre. Equilibra o metabolismo. Ajuda a diminuir a pressão arterial. É uma cor de cura de qualquer doença e protege contra infecções.
Quando está em falta: sentimentos de não se ser amado ou aceite. Stress e ansiedade.
Quando em excesso: diminui Kapha, favorecendo um desequilíbrio Pitta-Vata. Tendência para afastar os outros para manter um certo distanciamento nas relações pessoais.

Amarelo:
Benefícios: motivação, melhora a comunicação, aumenta a energia. Estimula o sistema nervoso e a actividade cerebral. Aumenta a auto-confiança e a receptividade para aprendizagem. Melhora as funções do fígado e da vesícula biliar. Alívia os sintomas da artrite. Limpa os músculos, diminuindo também as dores musculares. Fortalece os ossos e reduz a tensão muscular. Assertividade.
Quando está em falta: demasiado auto-controlo, emoções reprimidas. Dores e rigidez muscular. Baixa auto-estima. Letargia. Sentimentos de inferioridade, ansiedade social. Incapacidade de dizer “não”, pacifismo extremo.
Quando em excesso: pode provocar hiperactividade, falta de concentração. Aumento de Pitta. Postura passiva-agressiva. Egoísmo, mecanismos de resposta agressivos. Pretensões ao poder e controlo.

Laranja:
Benefícios: favorece energia, a produtividade e inteligência, bem como a auto-confiança. É revigorante, estimulando as emoções e as glândulas. Melhora a lactação, reduz as cólicas abdominais e a digestão lenta, e ajuda na respiração. Pode ajudar com problemas de tiróide e cólicas menstruais. Bom para quem tem paralisia, medos e dúvidas. Estimula criatividade, optimismo e expressão de emoções.
Quando está em falta: falta de criatividade, baixa auto-estima, desespero, incapacidade para encontrar soluções para os problemas. Diminuição da libido e medo da proximidade física. Sentimentos de incompreensão, isolamento, frigidez, impotência. Emoções reprimidas.
Quando em excesso: pode aumentar problemas sexuais. Diminui Vata e Kapha.

Vermelho:
Benefícios: estimula os batimentos cardíacos e as artérias, e dá energia ao corpo. Ajuda a curar a anemia, a diminuição da circulação sanguínea. Aquece o corpo. Ajuda a curar os rins, a glândula adrenal, o fígado e problemas cardíacos. Sentimento de segurança. Ajuda também em problemas intestinais, favorecendo o funcionamento do sistema gastro-intestinal.
Quando está em falta: Insegurança e dependência. Aumenta a probabilidade de problemas cardíacos. Obstipação intestinal. Medo da morte.
Quando em excesso: promove neutralidade, podendo tornar as pessoas muito frias nas suas emoções. Reduz Kapha, e aumenta Vata e Pitta. Impaciência, instabilidade.

Rosa:
Benefícios: ajuda em problemas pélvicos e em situações de fragilidade das nádegas e coxas. É também estimulante dos sentimentos de amor, compaixão e altruísmo. Favorece um bom relacionamento com os outros e o amor-próprio.
Quando está em falta: incapacidade de amar ou receber amor. Desenvolvimento de vícios.
Quando em excesso: amar sufocadamente ou de forma doentia. Obsessão.

Alguma questão que tenha, não hesite em contactar-se.

~ Om Shanti

Etiquetas , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *