Caril de grão, espargos picantes e arroz – Ayurveda

Lembram-se de eu ter partilhado no Stories do Instagram que me uns amigos me tinham pedido uma refeição com base na Ayurveda? Está aqui o resultado.

Na cozinha Ayurvédica todos os ingredientes e quantidades são utilizados com um objectivo. Procurei receitas que não fossem agravar nenhum dos doshas, apesar de os presentes terem todos mais ou menos as mesmas características, e tive em conta que estamos na estação Vata. Utilizei o livro Ayurvedic Cooking for Self-healing do Dr. Vasant Lad e da sua esposa Usha Lad para o arroz e para os espargos. Para o grão fiz uma adaptação de outra receita.

Nas duas primeiras receitas, em vez de ghee (manteiga clarificada, muito utilizada na cozinha indiana) utilizei óleo de coco, para manter a receita vegan. Apesar de ser considerado um substituto, não tem as mesmas características nem sabor. Mas, por outro lado, este vai ajudar a equilibrar Pitta e Vata (por exemplo, na receita do grão há bastantes especiarias que agravam Pitta, e o grão tem tendência para agravar Vata; o óleo de coco ajuda a contrabalançar um pouco). Na receita do grão também utilizei o óleo de coco em vez de azeite, mas isso foi por preferência pessoal; em termos dóshicos, ambos acalmam Vata e o óleo de coco acalma também Pitta.

Receitas para 4 doses

Arroz Simples:
    • 2 chávenas de arroz basmati
    • 1 colher de sopa de ghee/óleo de coco
    • 1 pitada de sementes de cominho
    • 1/2 colher de chá de sal
    • 4 chávenas de água quente

Lava muito bem e escorre o arroz 2 vezes. Aquece uma panela em lume médio-baixo. Salteia as sementes de cominho no óleo de coco durante uns minutos e adiciona o arroz, mexendo bem. Junta o sal e a água quente, e deixa ferver durante 2-3 minutos. Depois disso, diminui o lume para baixo e tapa a panela. Para um arroz mais húmido, deixa um pouco da tampa aberta, se o queres mais seco, tapa completamente. Deixa cozinhar até o arroz estar tenro, cerca de 15-20 minutos (no meu caso, 15 minutos chegaram).

Este arroz diminui Vata e Pitta, por ser considerado doce e refrescante, mas pode aumentar Kapha quando consumido em grande quantidade, porque retém água. Os cominhos em excesso também agravam Pitta. Em moderação, é bom para os 3 doshas.

Espargos Salteados Picantes:
    • 2 chávenas/340 g de espargos
    • 1 colher de sopa de ghee/óleo de coco
    • 1 pitada de sementes de mostarda preta
    • 1 pitada sementes de cominho
    • 1 pitada de pimenta caiena
    • 1 pitada de sal

Lava os espargos e corta as pontas brancas. Corta os espargos ao meio, longitudinalmente. Aquece uma panela e quando quente junta o óleo de coco, sementes de mostarda e de cominho e pimenta. Quando as sementes começarem a saltar, junta os espargos e o sal. Salteia, mexendo gentilmente, por 4-5 minutos. Tapa, desliga o lume, e deixa a repousar por uns min. antes de servir.

Os espargos são adstringentes, doces, refrescantes e diuréticos. É uma boa receita para equilibrar os 3 doshas. Para Vata pode ser adicionada um pouco mais de pimenta, para Pitta, de cominhos, e para Kapha, de sementes de mostarda.

Caril de Grão:

(nota: no site da receita original diz que a receita é para três doses. Com o arroz e os espargos a acompanhar, foi suficiente para os quatro)

  • 1/2 colher de chá de sal do Himalaias
  • 6 cenouras
  • 1 chávena de grão-de-bico
  • 1/4 colher de chá de pimenta caiena
  • 1/4 colher de chá de canela
  • 1/2 colher de chá de gengibre em pó
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 2 tomates inteiros
  • 1/2 cebola

Junta todas as especiarias e junta um pouco de água até formar uma pasta. Corta e esmaga o tomate, mantendo o líquido. Salteia a cebola, finamente cortada, no óleo de coco. Assim que que começar a ficar dourada, adiciona as especiarias. Deixa saltear por 10 a 15 segundos, e junta o tomate, o grão e as cenoura, e junta água o suficiente para cobrir os ingredientes. Quando ferver baixa o lume, e deixa cozinhar até as cenouras estarem tenras.

O grão é considerado doce e adstringente, refrescante, podendo agravar Vata, mas sendo calmante para Pitta e muito bom para Kapha. A cenoura também é considerada um sabor doce, e quando cozinhada é excelente para Pitta e Vata. As especiarias utilizadas são quentes, podendo agravar Pitta, como já referi acima; o óleo de coco ajuda a refrescar. A cebola pode agravar Kapha, mas é calmante de Pitta e Vata. Alterei o tipo de sal porque, segundo o que li, o sal no geral agrava Pitta, mas este efeito é menos intenso com o sal dos Himalaias. O tomate pode agravar Pitta e Vata, mas como será cozinhado, Vata consegue tolerar melhor.

Espero que gostem.

Etiquetas , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *