Chorar, rir e agradecer

Foto tirada por mim
Alguma vez sentiram o Universo a mostrar-vos a sua magia?

Vou contar uma experiência que tive há uns meses, que mostra exactamente isto.

Há um ritual que faço que deve ser realizado durante 21 dias seguidos. Há certas coisas que altero consoante o que sinto, mas uma parte mantém-se idêntica.

Uma certa manhã acordei com uma enorme dose de preguiça, mas sabia que durante o restante dia seria mais complicado ter um momento para mim. Depois do pequeno-almoço procurei centrar-me e a prática acabou por fluir.

Este é um ritual de perdão e libertação, que me ajuda a curar as minhas feridas e a amar mais o mundo e a mim. Os meus rituais são simples, mas têm um grande impacto na minha vida.

Naquela manhã, ao fazer o ritual, senti algo diferente.

Não vos sei explicar, mas parece que senti um abraço apertado e carinhoso a envolver-me. Só isso já fez valer a pena, embora dentro de mim continuassem a existir sentimentos de inquietude.

Quando terminei fui “à minha vida”. Já na sala e sentada no sofá, abri o Instagram para ver as novidades, e no feed apareceu-me algo que outra pessoa tinha publicado. Uma frase apenas, e uma imagem. Ao ler senti as lágrimas a escapar, ao mesmo tempo que comecei a rir à gargalhada. Ali estava aquela imagem que não precisava de descrição para eu saber o que significava, mas também aquelas palavras, tão certas para o momento, tão específicas para o ritual que eu tinha acabado de fazer, para aquilo que eu tinha pedido, questionado, e tinha sentido em mim. E li estava eu, “such a beautiful mess”, a chorar baba e ranho, ao mesmo tempo que ria de tal forma que tinha de me lembrar de respirar. Nem sei o que me passava pela cabeça nessa altura. Lembro-me de dizer várias vezes “Obrigada” em voz alta, quase sem fôlego, mas não me recordo de mais nada. Foi muito mais sentir e muito pouco pensar ou fazer.

E foi até não haver mais nada para deitar cá para fora.

Ao mesmo tempo que eu me deixava libertar pelo riso e pelo choro, comecei a notar que o meu coração estava a ficar diferente também: cada vez mais leve, ao mesmo tempo mais forte; mais suave, ao mesmo tempo mais resistente; mais livre e com Amor e Gratidão em expansão. Esta sensação que agora, enquanto vos escrevo, consigo sentir novamente é inexplicável. Sim, há palavras para a descrever, mas nenhuma a espelha com exactidão.

Sempre ouvi que ao nos libertarmos do passado criamos espaço para o presente e para o futuro. Sempre ouvi dizer que as mensagens nos chegam quando precisamos delas. Cada vez mais vejo na minha vida provas de que isto é verdade.

Sinto-me tão, mas tão grata pelas vezes que o Universo me mostra que há coisas que não são simples coincidências: são sincronias. Sim, porque não acredito neste tipo de coincidência, não da maneira que aconteceu. A mensagem era demasiado específica e a reacção que provocou em mim foi espontânea mesmo muito intensa.

As mensagens estão lá, mas por vezes passam-nos ao lado. O Universo fala connosco, mas por vezes não lhe prestamos atenção.

E vocês, sentem esta magia do Universo a operar nas vossas vidas? ✨💫

Etiquetas , , , , , , , , , , , , ,

2 comentários sobre “Chorar, rir e agradecer

  1. Que linda experiência! Isso é mesmo uma mensagem do universo pois Não há palavras, há é sentimentos que explodem dentro de ti. É fantastico! Obrigada por partilhares 🙂

    1. É mesmo isso, minha querida. 🙏🏻

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: