Cristais, Limpar e Energizar

Hoje trago um post que alguns de vocês me pedem há algum tempo. Acho importante dizer que, como tudo, devem perceber o que faz sentido para vocês. Leiam sobre os cristais, procurem as suas propriedades, escolham aqueles que vos fizerem sentido. Sigam a vossa intuição.

Não sei tudo sobre cristais. O que aqui partilho são os conhecimentos que me foram sendo transmitidos ao longo de vários anos e a minha experiência. Se quiserem acrescentar alguma coisa, podem fazê-lo nos comentários. Também é assim que aprendemos 🙂

Cristais a energizar na maravilhosa natureza de Sintra

Em forma de introdução…

O André do Atlas do Ser há uns meses fez um post que diz muito acerca da forma como eu também sinto os cristais: “eles são verdadeiros catalisadores de energia (…) intensificam ou dissolvem determinados tipos de energia ou vibração (…). Para além das faculdades naturais presentes em cada cristal, a intenção com que os usamos muda muita coisa”. Aconselho a lerem o texto completo aqui.

Vou falar melhor disto no próximo post, mas ficam já a saber que para protecção tenho sempre no bolso esquerdo uma turmalina negra, ou então um cristal de quartzo turmalinado que uso num fio. No bolso, junto da turmalina, normalmente só coloco a selenite, que  é uma pedra poderosa de purificação e de trabalho espiritual. Todos os outros cristais vão para o bolso direito ou para dentro da mala, dentro de um saco de pano.

Apesar de não ter sido por isto que comecei a usar saco de pano, soube pela Vânia do blog Lolly Taste que os sacos transparentes, que muitas vezes até acompanham os cristais quando os compramos, não são o melhor para os transportar, porque criam muita electricidade estática. Utilizar um saco de pano o mais natural possível ou uma caixa de madeira para armazenar e transportar os cristais é sempre melhor opção.

Como limpo os meus cristais?

A primeira coisa que faço quando trago um cristal novo para casa é limpar. Gosto de limpar com incenso, deixando o cristal ser envolvido pelo fumo. Por norma utilizo pau santo ou então um incenso da Ariana. A Patrícia do site Nem Sempre Zen utiliza qualquer incenso que tenha, e sente que o efeito é o mesmo. Por isso vos digo, sigam a vossa intuição 😉

Para além da selenite de bolso, também tenho uma torre de selenite, que se limpa automaticamente e limpa os outros cristais. Uma dica que me deram é colocar um cristal de quartzo transparente em frente à selenite para ajudar a distribuir a energia pelos diferentes cristais, mas normalmente eu junto os cristais que quero limpar à torre de selenite e sinto que é suficiente. Já me disseram que é bom um bastão de selenite a apontar para o cristal que queremos limpar. Eu não tenho um bastão, e até agora não senti necessidade.

Também gosto de usar o Reiki para limpar os cristais, como aprendi no nível 2, utilizando os símbolos Sei-He-Ki e o Cho-Ku-Rei.

Gosto de os deixar de vez em quando a receber a energia da lua, e quando o faço deixo-os durante toda a noite. Há quem fale que há diferenças entre a lua cheia e a lua nova: lua cheia para limpar e a lua nova para carregar. Há quem use ambas as fases tanto para a limpeza como para carregar os cristais. Façam como faz sentido para vocês; eu já utlizei as diversas formas.

Há quem limpe em água corrente, sendo sempre melhor utilizar água dos rios, lagos, mar, mas há quem limpe com água corrente. O sal é outro método de limpeza, mas este pode danificar as pedras, como a maluqueira, e alterar também a sua cor, nomeadamente aquelas que na sua composição têm metal. O que sempre me aconselharam foi deixar estes dois métodos de limpeza para quando tenho a certeza que não irão danificar o cristal, e eu nunca tive o hábito de os utilizar.

Depois de limpar, como energizar/carregar?

Há várias formas que utilizo, e depende também dos cristais e daquilo que eu própria sinto no dia.

Certos dias coloco-os ao sol, mas aqui temos de ter cuidado. Quem me segue mais atentamente já me viu colocar as minhas drusas de ametista ao sol, mas atenção: se as expomos muito ao sol, as ametistas acabam por perder a cor (e há mais pedras com esta sensibilidade, como o critrino, por exemplo). Então aquilo que me aconselharam é deixar ao sol da manhã, antes das 12h, e só por cerca de 10 minutos, que é o suficiente para elas. Há quem que diga que só perde a cor e as propriedades se mantêm, há quem diga que isto provoca alterações mais profundas. Pelos sim, pelo não, se tenho dúvidas deixo-os ao sol o menos tempo possível, ou escolho outro método para energizar.

Em alternativa, coloco os cristais nos vasos com as minhas plantas, ou até na relva num jardim. Podem ser deixados no solo ou enterrados. É um dos métodos que mais gosto, e deixo-os em contacto com a natureza o tempo que sentir que é necessário.

As drusas de amestista ou de cristal de quartzo também limpam e energizam os cristais, quando em contacto com eles, e apesar de eu não utilizar muito, quando não forma de utilizar um dos outros métodos, utilizo este.

Lua: não esqueçam do que falei sobre a lua lá em cima 😉

Isto são apenas alguns  exemplos, mas, como referi, eu falo da minha experiência.

Num próximo post, que já estou a preparar também, vou falar dos cristais que uso no dia-a-dia e como é que os escolho, tanto na altura de os comprar, como na altura de trabalhar com eles.

Espero que gostem 😊

Etiquetas , , , ,

4 comentários sobre “Cristais, Limpar e Energizar

  1. Gostei muito! Obrigada por partilhares os teus conhecimentos e experiências. Eu uso qualquer um, embora tenha conhecimento que há incensos mais apropriados à limpeza dos cristais, e comigo funciona porque para mim o segredo está na intenção que colocamos no que fazemos. Mas é sempre bom aprender mais e mais e mais! Por isso muito obrigada! Escreves sempre coisas muito interessantes 🙂

    1. Obrigada pela tua partilha. Todas as experiências são válidas, a intuição e a intenção são o mais importante 😉😘

  2. que dicas preciosas Joaninha! vou guardar para ir consultando sempre que precisar 😉😘

    1. Obrigada pelo teu Feedback e carinho 💗😘

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: